IGREJA E COMUNIDADE

IGREJA E COMUNIDADE

COMUNIDADE

A Igreja como comunidade e os compromissos com ela

Enquanto andava fazendo o bem e anunciando a todos a Boa Notícia do Reino, Jesus acabou por reunir, em torno de si, um grupo de seguidores , dispostos a viver o seu Evangelho e a continuar sua missão . A este grupo, chamamos : “Igreja” .

Nesta etapa de nossa caminhada vamos procurar conhecer um pouco mais sobre a Igreja de Jesus Cristo, nossa Igreja. Vamos fazer com fé e com amor: aceitar, amar e viver sua Igreja !

1. A Igreja vem de Jesus Cristo

2. Foi no Dia de Pentecostes que nasceu a Igreja

3. Leitura e meditação:ATOS DOS APÓSTOLOS, do Cap.1 ao 5

1. A Igreja vem de Jesus Cristo

Andando na beira da praia, com os pescadores, ou passando pelas ruas das pequenas aldeias da Galiléia, Jesus foi escolhendo e chamando seus discípulos, um por um, pelo nome : “João, André, Pedro, Tiago, Mateus... Vem e segue- me!“, disse Ele.

A este primeiro núcleo de 12 seguidores, a quem Jesus chamou de apóstolos, isto é, “enviados“ (Lc 6,12-16), foram ajuntando-se outros discípulos, homens e mulheres, crianças, jovens e adultos (Lc 10,1). Eram todos gente do povo, humildes, que vibravam com a mensagem de Jesus e que nele depositavam toda a sua esperança: gente em busca de algo mais. Com este grupo de discípulos, a quem chamava “meus irmãos“, Jesus fez vida em comum, durante três anos. Partilhavam o mesmo pão, andavam juntos, de aldeia em aldeia, fazendo o bem a todos e levando a todos a Boa Notícia do Reino de Deus.

Durante três anos de convivência, os discípulos aprenderam a conhecer a fundo a pessoa de Jesus, a amá-lo e a viver do jeito como ele vivia e amava. Com Jesus aprenderam a viver como verdadeiros filhos do Pai do Céu, a orar e buscar sempre a sua vontade. Com Jesus, aprenderam que amar é servir e que, para viver em comunidade com irmãos, ninguém deve querer ser mais do que ninguém. Com Jesus, aprenderam a enxergar e a preocupar-se com os problemas e sofrimentos do povo, dos pobres, dos pequenos.

Jesus confiava em seus amigos e valorizava cada um. Desde o começo deu-lhes responsabilidades e pequenas missões: mandava-os aos bairros e nas casas para falar ao povo e anunciar sua chegada e seu Evangelho, para curar doentes, expulsar qualquer tipo de mal e para distribuir pão aos famintos. Enfim, foram três anos de aprendizagem de vida cristã, de vida comunitária, de trabalho pelos outros: três anos na escola de Jesus !

No final de três anos de convivência, quando o Ressuscitado tirou sua presença visível (ascensão), deixando aos discípulos a tarefa de continuar sua missão, já estavam bem claros os princípios, os objetivos e as esperanças que deveriam orientar, para sempre, a Igreja de Jesus.

1.1. Há uma profunda relação de união-amor- identificação entre Jesus e sua Igreja

• “Eu estarei com vocês todos os dias, até o final do mundo ! “ (Mt 28,20)

• “Não os deixarei órfãos. Vocês estão em mim e eu em vocês ! (Jo 14,18)

• “Quando dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estou ali no meio deles! “(Mt 18,20).

• “Eu sou o tronco e vocês os ramos : permanecei unidos a mim “. (Jo 15,1-6) 

• “Simão, você me ama? Então cuide de minhas ovelhas ! (Jo 21,17)

• “Os que ouvem vocês, é a mim que ouvem; quem rejeita vocês, é a mim que rejeita! (Lc 10,16). 1.2. É indispensável que os discípulos permaneçam unidos entre si

• “Pai, que todos sejam um, a fim de que o mundo reconheça que tu me enviaste e que o amaste, como amaste a mim”. (Jo 17,23): foi a prece e o testemunho de Jesus durante a última Ceia.

1.3. A Igreja tem a missão de anunciar Cristo e de continuar sua obra no mundo todo

• “Como o Pai me enviou, assim eu envio vocês “. (Jo 20,21).

• “Sejam minhas testemunhas, até os extremos da terra ! “ (At 1,8). 1.4. O Espírito Santo vai levar à frente a obra começada por Jesus e será a luz e força para a caminhada da Igreja

• “Mas o Paráclito, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, vos enviará tudo e vos ensinará tudo o que eu vos disse ! (Jo 14,26).

topo 2. Foi no Dia de Pentecostes que nasceu a Igreja

Jesus fundou a Igreja, mas era como pequena semente que o agricultor lança na terra. A semente da Igreja brotou e começou a crescer no dia de Pentecostes, pelo Dom do Espírito Santo, que Jesus tinha prometido. Já conhecemos o que aconteceu naquele dia: a experiência incrível da ação do Espírito, como fogo e vento impetuoso, a transformação dos discípulos, gente simples e medrosa em ardorosos missionários de Jesus Cristo... aquela multidão de pessoas de diferentes línguas e raças, que começam a entender e a falar a mesma linguagem (linguagem do Evangelho e o do Amor) e que são batizadas para formar um só povo, o povo de Deus.

Foi neste dia de Pentecostes que a Igreja nasceu e começou sua caminhada, tornando visível sua missão de ser o sinal e o instrumento da comunhão e da fraternidade universal (Reino). Naquele começo da Igreja houve uma presença muito especial e que continuaria marcando toda a longa história da verdadeira Igreja de Jesus: lá estava Maria, reunindo os discípulos de seu Filho, com seu coração de mãe e, junto com eles, implorando o Dom do Espírito Santo.

Assim como Maria faz parte indispensável da vida de Cristo, faz parte também da Igreja, desde o dia de seu nascimento, como mãe e modelo. Não se pode falar de Igreja, se Maria não está presente! Logo após Pentecostes, a Igreja, cheia do Espírito Santo do Senhor, começou sua caminhada ; vivendo como Jesus tinha ensinando, organizando- se e levando à frente a missão que Jesus lhe tinha confiado. Vejam o que diz o livro Atos dos Apóstolos (Capítulo 2 e 4) sobre a vida desta primeira Igreja

· Os seguidores de Jesus preservaram-se fiéis aos ensinamentos dos apóstolos; · Viviam bem unidos, eram um só coração e tinham em comum todas as coisas; · Rezavam juntos no templo e reuniam- se também nas casas, para celebrar a Ceia (fração do Pão); · Partilhavam seus bens com os necessitados e curavam os doentes; · Davam um bonito testemunho de vida e, assim, atraíram à fé muitas outras pessoas.

 A Igreja de Jesus Cristo é isso ! Hoje, depois de mais de vinte séculos, espalhada no mundo todo, há milhões de pessoas que dizem “sim“ ao chamado de Jesus Cristo e, cheias de seu Espírito, procuram viver como os primeiros Cristãos: são a Igreja de Jesus Cristo, a mesma Igreja dos Apóstolos! E Jesus continua com eles! Nós somos, hoje, a Igreja fundada por Jesus e nascida no dia de Pentecostes, no fogo do Espírito Santo! E Jesus conta conosco !

topo 3. Para leitura e meditação: ATOS DOS APÓSTOLOS, do Cap. 1 ao Cap. 5

Importante: Ler com bastante calma, procurando ver o conjunto de textos. Trata-se de uma espécie de “carteira de identidade da Igreja” , por isso é muito importante perceber quais são as características que Lucas, autor dos Atos dos Apóstolos, indica e que não podemos perder.

Afinal de contas, é com essas características que queremos nos comprometer ;