Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ENQUETE
O QUE LEVA UMA PESSOA A USAR DROGAS?
FALTA DE INFORMAÇAO
UM REFÚGIO P/ PROBLEMAS
FALTA ESTRUTURA FAMILIAR
AUSÊNCIA DE DEUS
Ver Resultados

Rating: 3.2/5 (3232 votos)




ONLINE
3





Partilhe este Site...



CLIQUE NAS IMAGENS.:CN

PEDIDOS DE ORAÇOES

SEU NOME NUMA MISSAhttp://marciosantana.no.comunidades.net/006.jpg

 

SANTA MISSA TERÇO ONLINELITURGIA DIARIA

BIBLIA ON-LINEcatecismo da igreja católicaVATICANO ON-LINEDIOCESE DE JANAUBAPARÓQUIA SÃO JOAQUIM PORTEIRINHA MGVELA VIRTUALTV CANÇÃO NOVA MÚSICA CATÓLICA

CHAT CATÓLICOPAPEIS DE PAREDECATECISMO DA IGREJA CATÓLICASANTOS E SANTAS DE DEUS

ECC voce aquihttp://marciosantana.no.comunidades.net/006.jpg

 

Em breve teremos

muitas novidades...

Aguardem.

Obrigado ...                                            

Márcio Santana

 

 

 


Movimento
Movimento

CXDS

MOVIMENTO FAMILIAR CRISTÃO MFC

 

UM POUCO DE SUA HISTÓRIA

 

NASCIMENTO:

Argentina e Uruguai final dos anos 40 Primeiras experiências de grupos de casais Criação oficial: Uruguai 1950 Pioneiros: Casais Soneira, Gelsi, Gallinal, Padre Pedro Richards Brasil: Julho 1955 Durante o Congresso Eucarístico Internacional realizado no Rio de Janeiro Expanção no Continente América Latina: 1957 Constituído o SPLA – Secretariado para a América Latina 7 países: I Encontro Latino-Americano Primeiros Presidentes: Federico e Hortensia Soneira. América Latina: 2005 18 países, 40 mil famílias. Nascido no Brasil Durante o Congresso Eucarístico de 1955 os casais uruguaios e o Pe. Pedro Richards se reuniram com casais brasileiros da Ação Católica, no Ministério da Educação, Rio de Janeiro, por convite do Pe. Helder Câmara. Acolhida a idéia, formaram-se três equipes de casais em Niterói e Rio. Expansão Primeira Equipe Nacional: Júlio e Magdalena Barros Barreto, Nelson e Gabriela Parente. Jean e Neuza Schwartz com Frei Lucas Moreira Neves assumem a expansão, viajando de avião, jeep, ônibus e jegue, criando núcleos do MFC Brasil afora.

 

APROVAÇÃO

 

O MFC recebeu a calorosa aprovação do Papa do SELAM “Concelho Episcopal Latino Americano” e da CNBB “ Conferência Nacional dos Bispos do Brasil”, de raízes Católica, recebe também casais de outras confissões religiosas

 

INICIAÇÃO

 

Através de convites pessoais e ou de Encontros conjugais, formam-se pequenos grupos com 10 a 12 pessoas, para facilitar um melhor entrosamento e aprofundar laços afetivos. Esses pequenos grupos são abertos na integração contínua de casais, viúvos (as), separados (as), divorciados (as) jovens, filhos e, abrem possibilidades aos seus integrantes de viverem um processo comunitário em troca de experiências, revisão de vida, reflexão crítica sobre os acontecimentos que afetam a sua vida conjugal, familiar, profissional, social, política e religiosa.

 

GRUPOS

 

São pessoas (adultos e ou jovens) interessadas em iniciar um ciclo de reuniões para o estudo dos grandes problemas que os desafiam. O confronto de opiniões, a troca de experiências e a ajuda mútua, darão o tom de cada reunião delineando seus caminhos. Seus membros deverão manifestar livremente, apresentando com espontaneidade as suas próprias perspectivas e experiências pessoais, para confrontos fraternos com as dos demais. Hão de ser fecundos, se houver abertura, tolerância, humanidade, atenção e hospitalidade à palavra do outro. Esses debates servirão para a remoção de pequenos e de grandes obstáculos à vivência mais harmoniosa das relações conjugais e de toda a família.

 

REUNIÕES

 

As reuniões não são simples encontros sociais sem conseqüências. É um trabalho sério. Mas devem ser descontraídas, marcadas pela naturalidade, não deverão ultrapassar duas horas de duração. É preciso um mínimo de planejamento e de preparação por todos os membros, tornando-se assim, as reuniões ricas e proveitosas. A simplicidade é nota dominante no trabalho dos grupos. Na reunião, é a opinião formada na experiência vivida e exposta com as mesmas palavras simples de cada um costuma usar no seu dia a dia. Esta simplicidade, não prejudicará a seriedade e a profundidade na abordagem dos temas escolhidos. Há despreocupação quanto à censura pois é como ele a vê.

 

PROCESSO

 

O processo utilizado para dinamizar as reuniões,s é o participativo, libertador e transformador da sociedade, cabendo a cada membro colocar a serviço do grupo, todos os seus dons. É o transmitir e receber conteúdo, através de método dialogal, onde todos terão voz e vez e onde não há professor nem aluno. A sabedoria é a vivencia. É a cultura que brota do saber de cada um. É o respeito pela palavra do outro. Todos tem problemas, mas longe de ser objeto de lamentações, é tudo de profunda reflexão o transformar esta vivencia amarga, numa experiência positiva. Alargar seus próprios horizontes, e possibilitar o contato direto com os problemas do mundo, se torna questionamento constante, aberto, pronto a revisar suas idéias e a se auto-indagar.

 

O QUE PROMOVE

 

A cada três anos, o Movimento Familiar Cristão, realiza um encontro nacional – ENA e a cada quatro anos, um Encontro Latino – Americano – ELA. São momentos fortes onde toda a base se prepara estudando, refletindo para a realização destes grandes eventos. Neles, se avaliam os trabalhos realizados, são pesquisados novos caminhos que se abrem as famílias e estudam-se as realidades do mundo em contínua transformação.

 

FAMÍLIA

 

Abre a família para a compreensão dos grandes problemas sociais da modernidade, levando-a a se preocupar mais responsavelmente, pela promoção global de todas as famílias especialmente as mais carentes, as mais incompletas, as famílias incompletas pelo abandono do lar ou pela viuvez, ou aquelas marcadas pela marginalidade, pela doença e pela ignorância. Educa os pais para a educação dos filhos

 

O QUE REALIZA O MFC

 

desenvolve muitas atividades de promoção familiar e social, com a participação dos membros de suas equipes: as muito conhecidas são as de preparação ao casamento, os cursos e encontros de casais, debates com pais ou com alunos, nas escolas: a manutenção de instrumentos e centros de orientação conjugal e familiar, além de desenvolver trabalhos com menores carentes.

 

COMPROMISSO

O MFC está comprometido na construção de uma sociedade mais justa, que permita às famílias realizarem plenamente suas funções humanizadoras e evangelizadoras, por isso, quer a elaboração e crescente aprimoramento de uma política social familiar que responda às suas necessidades básicas de educação, saúde, habitação e lazer.

 

O MFC COLABORA

 

Com a pastoral familiar da CNBB, no Brasil e em toda América Latina, com o CNL – Conselho Nacional de Leigos e, em geral com a pastoral familiar nas Paróquias.

 

MANUTENÇÃO

 

O MFC é mantido por seus membros, em cada cidade realiza campanhas para levantamento de recursos que permitam custear os grandes programas nacionais: encontros, simpósios, seminários e demais atividades do MFC no Brasil.

 

COMO PARTICIPAR

 

Se você deseja ingressar no Movimento Familiar Cristão, basta procurar a direção deste Movimento na sua cidade,caso não consiga localiza-lo, comunique para o endereço abaixo e receberá instruções como proceder para encontrar o núcleo de mais fácil contato.

 

A COORDENAÇÃO

 

a serviço da comunidade o MFC possui: O conselho deretor Nacional – CONDIN, composto de um colegiado com representação nas cincos regiões, para atender todo o Brasil, que se chama Conselho Diretor Regional – CONDIR. São eles:

 

CONDIR NORTE – Conselho Diretor Norte

CONDIR NORDESTE – Conselho Diretor Nordeste

CONDIR CENTRO-OESTE – Conselho Diretor Centro-Oeste

CONDIR SUDESTE – Conselho Diretor Sudeste

CONDIR SUL – Conselho Diretor Sul

 

SECRETARIADO NACIONAL SENFOR :

Secretariado Nacional de Formação SENFIN : Secretariado Nacional de Finanças SENCOM : Secretariado Nacional de Comunicação SENPREC : Secretariado Nacional de Preparação ao Casamento SENEN: Secretariado Nacional de Expansão e Nucleação SENAPS : Secretariado Nacional de Ação Política e Social SENJOV: Secretariado Nacional de Jovens AGLA - Assembléia Geral latino-americana –dquatro em quatro anos AGN - Assembléia Geral Nacional – de três em três anos e acontece logo após o encerramento do ENA ELA - Encontro Latino Americano – de três em ter anos ENA - Encontro Nacional: ENA – Acontece de três em três anos, o ultimo aconteceu em julho de 2004 na cidade de Bagé Rio Grande do Sul, e o próximo acontecerá em julho de 2007 em Araraquara São Paulo.No período de de 15 a 22 com o Tema : O MFC e seus desafios. Lema: Não tenhas medo pois eu venci o mundo (Jô. 16,33) IBRAF - Instituto Brasileiro da Família

 

SEU SER NATUREZA E OBJETIVO

 

Movimento de Igreja, de âmbito latino-americano, “constituído por livre eleição dos leigos e dirigido por seu prudente juízo”. (A. A. nº 24) Visa à evangelização e promoção da família e seus valores humanos e cristãos para que possa cumprir a sua missão de formadora de pessoas, educadora na fé e promotora do bem comum. CARISMA Original: Valorização do amor conjugal, a construção de famílias mais felizes para que o mundo seja melhor. Hoje: Preparar famílias para o compromisso cristão de construção de um mundo mais justo e solidário no qual todas as famílias possam se humanizar e cumprir a sua missão.

 

EXPRESSÕES DO CARISMA

 

Famílias comprometidas com a salvação da sociedade Famílias integradas no processo de mudanças sociais em favor da justiça Famílias Igrejas-Domésticas, como coração do Povo de Deus Famílias conscientizadas e críticas frente a ideologias políticas

 

ABERTURA DO CONCEITO DE FAMÍLIA

 

Famílias que se reconhecem incompletas, imperfeitas, seja na vivência do amor, no serviço aos outros, na falta de fé, na ausência ou debilidade da dimensão sacramental da união conjugal... portanto famílias incapazes de discriminar outras por imperfeições de qualquer natureza.

 

MFC ABERTO À PARTICIPAÇÃO DE TODAS AS PESSOAS E FAMÍLIAS

 

Famílias que buscam viver o amor entre seus membros, no serviço aos outros, com seus valores e imperfeições, independentemente da natureza do vínculo matrimonial Pessoas solteiras, jovens ou adultos, viúvas, divorciadas, em sintonia com os objetivos e carisma do Movimento.

 

ESPIRITUALIDADE CONJUGAL

 

O casamento é uma realidade humana e na visão cristã um sacramento Sacramento, se a união conjugal é fundada no amor que toma como modelo o amor de Deus: gratuito, fiel, humanizador, de doação ao outro... O amor humano é, portanto, a expressão central da espiritualidade conjugal

 

FAMÍLIA CONDICIONADA PELA SOCIEDADE

 

O MFC reconhece que a família é condicionada por pressões sociais desagregadoras ou condições de vida que a desumanizam e impedem a plena realização de suas funções Para construir famílias é preciso portanto reconstruir uma sociedade que as desagrega.

 

SOCIEDADE QUE SE TRANSFORMA PELA AÇÃO DAS FAMÍLIAS

 

Famílias conscientizadas sobre a realidade social que as condicionam Famílias que assumem sua missão profética de anunciar um modelo de sociedade justa, fraterna e solidária Famílias comprometidas com a denúncia profética de toda forma de injustiça social MFC: três palavras Movimento: ativo, profético, a caminho, nunca um corpo estático, inerte Familiar: congrega famílias e seus membros e os forma para serem agentes de transformação Cristão: transformação orientada à edificação do Reino de Deus: uma sociedade justa, solidária e igualitária.

 

SUA VIDA A VIDA DO MFC

 

Movimento de pequenas comunidades familiares cristãs – casais e pessoas solteiras, viúvas, divorciadas, jovens e adultas, recasadas... em sintonia com o carisma do MFC Comunidades que se encontram para criar laços afetivos, formar-se humanamente e na fé, para assumir ações transformadoras da sociedade

 

O PROCESSO PEDAGÓGICO

 

A formação se desenvolve em reuniões do grupo, com apoio de temários ou a partir do ver a realidade que o cerca e julgá-la à luz da fé e das ciências humanas, para descobrir como agir na solução dos problemas identificados O processo cria laços entre seus membros e leva a ações conjuntas.

 

CRESCIMENTO HUMANO E NA FÉ

 

Na partida, há um grupo ainda não plenamente integrado Logo se consolida numa equipe-base, com um projeto comum de formação e de ação conjunta, vivendo o processo pedagógico de crescimento na maturidade, a equipe-base evolui para ser uma verdadeira comunidade familiar unida por fortes laços afetivos.

 

ATRAÇÃO PARA A EXPANSÃO

 

Convites cordiais a pessoas e famílias para integrar-se ao processo, ncontros de famílias, de casais, de jovens, com metodologia participativa apropriada, motivando à integração Atividades com jovens e encontros ou cursos de preparação ao casamento, incentivando à continuidade da formação, em grupos ou equipes-base.

 

METODOLOGIA

 

Reuniões de equipes-base e diversos tipos de encontros e atividades de formação com emprego de metodologias participativas, todos os envolvidos sendo motivados a uma troca construtiva de conhecimentos, de experiências de vida, construindo juntos um novo saber enriquecido

 

FORMAÇÃO

 

Centrada no processo pedagógico vivido nas equipes e comunidades, nas reuniões e convivência solidária, onde se reflete e se trocam experiências de vida familiar e social à luz do evangelho complementada por cursos de formação humana e cristã para uma fé adulta, suprindo deficiências de escolaridade, educação e catequese

 

SUA AÇÃO AÇÕES COLETIVAS DAS COMUNIDADES E DO MFC

 

Conscientização através de programas de debates, painéis, cine-fóruns... Profetismo: anúncio de um novo mundo possível e denúncia de toda forma de injustiça Programas assistenciais, promocionais de pessoas e famílias Ações políticas supra partidárias

 

RECURSOS DE APOIO À FORMAÇÃO:

 

editoria de publicações Temários de reuniões de grupos, equipes-base e comunidades familiares Revista “Fato e Razão” para formação, conscientização e apoio às reuniões Publicações, vídeos e material didático para a preparação ao casamento, encontros de famílias, casais, jovens...